sábado, 19 de julho de 2008

Três jovens discutiam qual dos pais era o mais preto. Diz o primeiro: - O meu pai é tão preto que no outro dia foi fazer análises e quando lhe tiraram sangue nem queriam acreditar, pois o sangue dele é preto como o carvão. Diz o segundo: - Isso não é nada. A semana passada o meu pai teve que ser operado, e quando lhe abriram a barriga ficaram muito admirados, pois ele é completamente preto por dentro. Diz o último: - Preto é o meu pai. Ontem ao meio-dia em ponto, o meu pai deu um peido tão forte no meio da rua, que anoiteceu.


3 comentários:

fotógrafa disse...

rsrsrsrsrssr.....boa!

As minhas noites, são noites abertas,
É tempo que passo, em...compasso...
De espera ,feita...quimera...
de espera, feita... silêncio.
………………………………………..
FDS iluminado…
abraço

Bernardo Moura disse...

HEHEHEHEHEH!!!
Porreira!
:)

xico man disse...

hHEHHEHEHHEHE Esta está boa!
Ab